Comprar a Granel: o peso é que conta. E a consciência!

Os termos granel e avulso voltam a ser recorrentes no vocabulário do consumidor e nas fachadas de lojas de rua.
Apesar do conceito a granel estar na moda, a verdade é que o mesmo já existe há séculos. Dos mercados e feiras, até às mercearias tradicionais frequentadas pelas nossas avós, o avulso faz-nos “regressar ao passado”, aos tempos em que as compras eram maioritariamente feitas ao peso e à medida do que era preciso naquele dia em específico.

Afinal o que significa a granel?

A correria dos tempos modernos obriga-nos a recorrer às embalagens pré-definidas pelas grandes superfícies comerciais. Porém, apesar de serem bastante práticas, não significa que este processo seja necessariamente melhor ou mais saudável. Num produto embalado não podemos escolher a quantidade que realmente precisamos, não conseguimos cheirá-lo ou prová-lo e, na maior parte dos casos, nem sempre usamos o produto até ao fim!

Para combater o plástico descartável e o desperdício, a compra a granel está a ser reconquistada e a ganhar influência na economia nacional. Uma atitude sustentável, repleta de tradição, que chega em força às mercearias de rua e à consciência ambiental dos portugueses.

Imagina um espaço repleto de balanças, dispensadores e recipientes em acrílico, metodicamente organizados por seções e categorias de produtos, onde o cheirinho a especiarias e a fruta fresca nos invade os sentidos.
Visto por alguns como um mini-mercado cujos produtos são vendidos sem embalagens e ao peso, a granel na realidade é muito mais que isto — é um estilo de vida!

A granel é uma forma de consumo mais responsável, metódica e consciente. Através do self-service, o avulso presenteia-nos com um leque variado de produtos que abrange especiarias, chás, super alimentos, leguminosas, frutos secos, grãos, cereais, sementes e produtos de higiene. Tudo biológico, tudo ecológico!

O comércio avulso alia a sustentabilidade à compra de alimentos biológicos, saudáveis e livres de químicos. Para complementar os benefícios do consumo responsável, a granel apoia o conceito plastic free, recusa o plástico descartável e defende o uso de embalagens reutilizáveis.

Será a granel o negócio do futuro?

A sua finalidade por vezes é confundida com a das mercearias, mas o que as distingue verdadeiramente é a postura ambiental que as lojas a granel adoptam. Existem espaços preparados para envolverem o cliente neste universo sustentável, promovendo produtores nacionais e formações direcionadas à sensibilização ambiental e à alimentação biológica. Contudo, a veia empreendedora deste “novo” negócio não pára por aqui!

O negócio a granel está a expandir horizontes e a apostar em iniciativas, como palestras, workshops e encontros com escolas. O intuito passa por informar o público sobre:

  • as propriedades dos produtos vendidos (como podem ser cozinhados e utilizados);
  • como evitar o desperdício;
  • os benefícios da alimentação biológica;
  • a importância do combate contra o plástico.

Onde posso comprar a granel?

À semelhança das lojas a granel, alguns supermercados já têm a sua própria secção de avulso, demonstrando que comprar a peso não é somente uma tendência, mas uma forte mudança de comportamentos que se avizinha.
Se pretendes entrar neste universo sustentável, existe um directório online de lojas a granel, em Portugal. Aqui poderás saber qual a loja mais perto de ti e quais os produtos aí vendidos.

Vamos evitar o desperdício? 

Sharing is caring!

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *